Além do espetáculo

50 de 365

Leave a comment

Não, não. Eu seria um idiota se eu dissesse que minha vida é difícil. Com tanta gente passando o que passa por aí… não. Eu sou difícil. Eu sou fundamentalmente composto por problemas e defeitos que só deus sabe se e quando eu vou conseguir eliminar.

Também não é fraqueza, é se sentir sobrepujado: as possibilidades são tantas, as pessoas tão ilimitada que qualquer tentativa de escolhar uma das portas em detrimento das infinitas outras cria um problema insolúvel na tentativa de abarcar toda pluralidade.

Não, não. Sou eu. Eu que me apoio em “teorias ” otimistas nas quais um novo futuro pode ser reescrito, que nosso passado pode ser superado. É um esforço vão e ingeunuamente otimista.

Morro de sono. Morro de tédio. Hoje já foi.

Image

Author: Eduardo Souza

Talvez nunca vivesses nem estudasses nem amasses nem cresses, porque é possível fazer a realidade de tudo isso sem fazer nada disso. alemdoespetaculo.wordpress.com animusmundus.wordpress.com

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s