Além do espetáculo

Três

Leave a comment

De repente, você começa a correr, correr, correr e esquece de olhar para a Vida. E aí ela vem, com a maior graciosidade e te dá um tapinha da cara – daqueles bem suaves, quase um gesto carinhoso – pra te lembrar,

Ei, se lembre que a vida não é isso. Há muito, muito mais do que você.

E aí você chora. Chora de arrependimento e de um pouco de tristeza; chora de alegria, muita alegria. Chora, sobretudo, de amor.

Advertisements

Author: Eduardo Souza

Talvez nunca vivesses nem estudasses nem amasses nem cresses, porque é possível fazer a realidade de tudo isso sem fazer nada disso. alemdoespetaculo.wordpress.com animusmundus.wordpress.com

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s