Além do espetáculo


Leave a comment

Três

De repente, você começa a correr, correr, correr e esquece de olhar para a Vida. E aí ela vem, com a maior graciosidade e te dá um tapinha da cara – daqueles bem suaves, quase um gesto carinhoso – pra te lembrar,

Ei, se lembre que a vida não é isso. Há muito, muito mais do que você.

E aí você chora. Chora de arrependimento e de um pouco de tristeza; chora de alegria, muita alegria. Chora, sobretudo, de amor.