Além do espetáculo


Leave a comment

Aquarelas

Só a título de registro das aquarelas 🙂

Advertisements


Leave a comment

Ordem ao caos

Eu havia feito uma ilustração para a capa de um fanzine do qual participei, o Vanguarda Chuva, e decidi pintá-la. Pensei em falar um pouco sobre o conceito que eu pensei ao fazer isso, mas eu cheguei à conclusão de que isso é com vocês.

Aqui vão as duas versões


Leave a comment

Processo em aquarela e curva de qualidade

Olá, galera!

Depois de muito tempo, estou voltando em outro blog, com um nome mais foda!

Bom, de qualquer maneira, estou fazendo um conjunto de 16 pinturas em aquarela de 16×16 cm e tem sido um treinamento muito bom pra praticar as aquarelagens. A curva de qualidade dos trabalhos tá meio escrota, e eu acho que, apesar de tudo, é uma coisa boa.

Antes de começar o primeiro, eu dei uma lida em Parrámon pra me refrescar algumas técnicas e comecei a pintar. Com os trabalhos, eles foram melhorando. Eu, me sentindo mais seguro, fui ler mais um pouco de teoria e rolou esse ponto de descontinuidade.

Eu vi que não estava usando algumas técnicas muito bem e voltei a pintar com mais consciência e tentando controlá-las um pouco mais: pincelada, cores, equilíbrio, composição, etc, além de usar um modelo mais complicadinho.

Pois bem, o trabalho de agora, acredito que está ali onde está o Aqui  no gráfico. O modelo foi uma cena d’A Sociedade do Anel:

Eu fiz a pintura em 4 pomodoros e esqueci de registrar um dos passos. Mas aqui vão os 3!

Voltarei em breve!

Ae!


Leave a comment

Novo blog!

Trazendo meu blog do Blogspot pra cá, com outro nome e com outros objetivos. O anterior era mais para registar processos criativos e produtivos de quaisquer projetos ou trabalhos que eu tivesse realizado.

Agora, além disso, quero fazer cagação de regra considerações sobre diversos assuntos estéticos, éticos, filosóficos, mas sempre mais puxados pra design, artes e cultura. Temas mais abrangentes ou viajados, continuarei postando lá no Animus Mundus

Então, até mais!